Programa do governo ganha novos parceiros

19.03.2014 (Jornal do Commercio - RJ)
Finep, FGV, State Grid Brazil Holding, GIZ e a Pré-Sal Petróleo se juntam a 28 empresas na iniciativa, que já tem 65 projetos confirmados, com aporte total de R$ 2,2 bilhões
 
O programa Rio Capital da Energia, criado em 2011 para promover a eficiência energética, a economia verde e a inovação tecnológica, ganhou mais cinco parceiros. Os novos integrantes são Fundação Getulio Vargas (FGV), a  Financiadora Nacional de Estudos e Projetos (Finep), a State Grid Brazil Holding, que congrega sete companhias nacionais  e transmissão de energia, a alemã GIZ, incentivadora de programas sustentáveis na área de energia, e a estatal recém-fundada Pré-Sal Petróleo S/A (PPSA). Com os novos nomes, o projeto passa a contar com 33 parcerias acertadas. Decreto assinado pelo governador Sérgio  Cabral e publicado nesta semana autorizou que as novas parceiras integrassem o Comitê Estratégico do Programa, presidido pelo próprio governador e que  conta com a participação de executivos das empresas e instituições que atuam na área de energia e que têm sede no Rio. Além da inclusão de entidades do setor voltadas para a inovação e o desenvolvimento sustentável do setor energético do estado, a publicação do decreto, que atualiza o texto de criação do programa, também foi necessária devido à alteração da razão social de alguns dos integrantes, como é o caso das empresas do grupo X, como a MPX, que passou a ser Eneva, e a OGX, que passou a OG Par, devido ao processo de reestruturação do grupo. Desde junho de 2012, quando o Rio Capital de Energia iniciou as atividades, o número de projetos passou de 34 para 65, com investimentos totais previstos de R$ 2,2 bilhões. Subordinado ao Comitê Estratégico do programa, um comitê executivo, composto por técnicos de cada uma das empresas parceiras, acompanham o avançar do cronograma das iniciativas incluídas, além de discutir a definição de recursos para estruturá-los e o detalhamento para o pleno desenvolvimento dos mesmos.  O desenvolvimento do Rio Capital da Energia e o comitê técnico têm coordenação de Maria Paula Martins, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços (Sedeis), que ressalta a importância dos novos colaboradores. "Estes parceiros trazem novas ideias, fundamentação teórica e equipe técnica competente para se somarem aos demais na promoção do Rio como centro de excelência e referência mundial na área de energia", avalia. (Jornal do Commercio - RJ, 19/03)
home features revista

REVISTA CIER

Confira todas edições da Revista CIER
"Sem fronteiras para a energia"
 Agenda

AGENDA ENERGÉTICA

Desafios e oportunidades na América
Latina e no Caribe
 

 

Strategy

SÍNTESE INFORMATIVA

Informações do setor energético
no Brasil e na América Latina
 Strategy

NOTÍCIAS

Acompanhe as últimas notícias 
do setor energético
 

 

Ideas

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Leia as edições anteriores