Europa economizaria 2 bilhões por ano com renováveis

21.03.2014 ((Jornal da Energia)
Relatório do Greenpeace visa alertar líderes, reunidos em Bruxela para discutir novo rumo da energia no continente.
A Europa precisa estabelecer metas de energias renováveis ambiciosas para 2030 ou os custos do sistema de eletricidade irão aumentar em cerca de 2 bilhões de euros por ano. Essa é uma das principais conclusões do novo relatório publicado nesta quinta-feira (20/03) pelo Greenpeace, que visa alertar os líderes europeus que se reúnem em Bruxelas para discutir o novo rumo da energia no continente.
 
Muitos países da União Europeia querem decidir o rumo de seus setores elétricos nacionais sem considerar os planos de seus vizinhos. No entanto, o powE[R] 2030, novo relatório da Energynautics comprova que mesmo que poucos países adotem caminhos diferentes, isso já bastaria para gerar graves confrontos técnicos e econômicos entre o carvão, as usinas de energia nuclear e as energias renováveis, resultando em maiores custos ao sistema de energia de toda a União Europeia.
 
Estes custos elevados ocorrem quando a energia renovável é reduzida ou desligada para dar espaço a usinas nucleares ou movidas a carvão, que não podem ser desligadas por motivos técnicos. Além de aumentar as emissões de carbono e a produção de resíduos nucleares, operar desta forma ainda acrescenta custos desnecessários para o sistema uma vez que as energias renováveis, como a solar e a eólica, dependem apenas de vento e de Sol enquanto as outras usinas gastam comprando insumos como urânio e carvão.
 
Segundo Sven Teske, da campanha de Clima e Energia do Greenpeace Alemanha e co-autor do relatório, “as redes de energia da Europa podem ser modificadas e abastecidas por até 77% de energias renováveis em 2030, evitando uma série de custos desnecessários.
 
O Greenpeace propõe que os governos europeus mudem suas ambições relacionadas a clima e energia para 2030, reduzindo as emissões de carbono em pelo menos 55%, aumentando a quota de energias renováveis para 45% e melhorando a eficiência em 40%. “Enquanto os líderes europeus discutem suas futuras políticas de energia, nós os alertamos que as energias renováveis podem poupar dinheiro”, completa Teske. (Jornal da Energia, 21/03)
home features revista

REVISTA CIER

Confira todas edições da Revista CIER
"Sem fronteiras para a energia"
 Agenda

AGENDA ENERGÉTICA

Desafios e oportunidades na América
Latina e no Caribe
 

 

Strategy

SÍNTESE INFORMATIVA

Informações do setor energético
no Brasil e na América Latina
 Strategy

NOTÍCIAS

Acompanhe as últimas notícias 
do setor energético
 

 

Ideas

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Leia as edições anteriores