ONS vai recomendar que térmicas fiquem ligadas

Apesar da redução do preço da energia no mercado de curto prazo e da melhora no Custo Marginal da Operação (CMO) do sistema em junho, as térmicas devem continuar ligadas. O diretor geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Hermes Chipp, disse ontem que não vai recomendar o desligamento das usinas na próxima reunião do Conselho de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), marcada para semana que vem. 
 
Segundo ele o nível dos reservatórios melhorou, mas ainda não está no nível desejado. "A decisão de desligar térmicas depende muito das condições de armazenamento. O mais impor- 
tante é observar como será a intensidade das chuvas nos próximos meses, principalmente no Sul", disse Chipp. 
 
O fenômeno climático El Nino deve elevar a incidência de chuvas no Sul, principalmente entre agosto e setembro, além da probabilidade de gerar chuvas "na média" no Sudeste. Por isso Chipp não descartou a possibilidade do desligamento de térmicas até o final do ano. 
 
O diretor participou do Seminário de Gás Natural do Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP), no Rio. Ele criticou a busca excessiva pela modicidade tarifária, defendeu a expansão da matriz térmica para dar mais segurança à operação do sistema e afirmou que "não se vive só de matriz limpa".
(Valor Econômico, 04/06)
home features revista

REVISTA CIER

Confira todas edições da Revista CIER
"Sem fronteiras para a energia"
 Agenda

AGENDA ENERGÉTICA

Desafios e oportunidades na América
Latina e no Caribe
 

 

Strategy

SÍNTESE INFORMATIVA

Informações do setor energético
no Brasil e na América Latina
 Strategy

NOTÍCIAS

Acompanhe as últimas notícias 
do setor energético
 

 

Ideas

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Leia as edições anteriores