Levantamento da ONS mostra que Brasil parou no sábado

Consumo de energia foi menor que o registrado durante a madrugada
 
O sofrimento e tensão de grande parte dos brasileiros durante o jogo Brasil e Chile no último sábado se refletiu no consumo de energia. Segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), no momento em que estavam sendo batidos os pênaltis, o país parou: o consumo de energia foi menor até do que o consumo durante a madrugada.
 
Segundo o ONS, em função do jogo do Brasil, demanda mínima ocorreu às 15h56m, com um total de 46.513 Megawatts (MW), inferior em 2.000 MW ao valor mínimo verificado às 5h e 11.487 MW menos que o consumo médio do país duas horas antes do jogo, que era de cerca 58 mil MW.
 
Antes do início do jogo, a partir das 11h, verificou-se uma redução no consumo de energia no país de 7.000 MW em duas horas. A redução de carga durante os 30 minutos que antecederam o início do jogo foi de 3.000 MW.
 
Segundo o ONS, durante o primeiro tempo a carga foi 9.000 MW menor em relação a um sábado normal. No intervalo do jogo, com a movimentação das pessoas para tentar relaxar da tensão, abrindo geladeiras e acendendo a luz em outros locais, o consumo subiu 2.300 MW em nove minutos.
 
No início do segundo tempo, a carga de energia caiu 2.400 MW em 15 minutos, com toda a atenção voltada para o que ocorria no campo. Durante o segundo tempo, a prorrogação e pênaltis o consumo caiu 4.000 MW.
 
Logo após o término dos pênaltis, com o alívio com a vitória do Brasil, o consumo aumentou 7.000 MW em 30 minutos.
 
Não é só a seleção nacional que está fazendo o torcedor grudar na TV. O consumo de energia verificado durante o jogo entre Costa Rica e Grécia, no domingo, mostra que a Copa está sendo bem acompanhada pelos brasileiros. Segundo o ONS, no início do jogo o consumo médio do país estava em torno de 52 mil megawatts (MW), semelhante a um dia de domingo normal. Por volta das 18h20m atingiu o pico de 65 mil MW, já com a bola rolando entre os dois times. Ao final do segundo tempo, com o empate de 1 a 1, o consumo aumentou 400 MW em apenas 4 minutos.
 
Em dias de jogos do Brasil, o consumo de energia tem registrado grandes variações. No jogo contra Camarões no dia 23 de junho, a demanda que estava em torno de 60 mil MW, já abaixo de uma segunda normal (65 mil MW), caiu 10 mil MW três horas antes do início do jogo. E meia hora antes do início do jogo caiu 5.500 MW. (O Globo, 01/07)
home features revista

REVISTA CIER

Confira todas edições da Revista CIER
"Sem fronteiras para a energia"
 Agenda

AGENDA ENERGÉTICA

Desafios e oportunidades na América
Latina e no Caribe
 

 

Strategy

SÍNTESE INFORMATIVA

Informações do setor energético
no Brasil e na América Latina
 Strategy

NOTÍCIAS

Acompanhe as últimas notícias 
do setor energético
 

 

Ideas

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Leia as edições anteriores