Brasil ultrapassará Alemanha em expansão de energia eólica em 2015

País ocupará a 7ª posição do ranking mundial eólico no próximo ano.
 
Com uma expansão prevista de 6 GW da capacidade instalada de energia eólica em 2015, o Brasil passará a ocupar a segunda posição em expansão de energia eólica no mundo, atrás apenas da China, e superando a Alemanha, que em 2013 ficou na frente do Brasil com mais 3,2 GW de energia eólica.
 
Este ano, o Brasil vai adicionar mais de 2 GW, elevando para 5 GW o total de capacidade instalada. Atualmente, o país tem cerca de 200 parques eólicos em operação.
 
Em relação ao potencial de geração de energia eólica, o país ocupava a 15ª posição em 2013 e deverá alcançar a 10ª este ano. Em 2015 deverá chegar à 7ª posição do ranking mundial.
 
O grande potencial do setor no Brasil tem atraído investidores de países como Espanha, Bélgica, Portugal e Itália, e contribuído para reduzir o custo da energia eólica. O próximo leilão de energia eólica, previsto para o dia 28 de novembro, já tem 708 projetos inscritos, totalizando mais 700MW na matriz energética brasileira.
 
No final de 2012, o setor eólico representava cerca de 2% de toda a capacidade instalada no Brasil. Até o final de 2023, essa fatia deverá chegar a 11%. O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) tem contribuído para o país alcançar essa meta, investindo na expansão de parques eólicos no país, principalmente nas regiões Nordeste e Sul. (Jornal da Energia, 08/09)
home features revista

REVISTA CIER

Confira todas edições da Revista CIER
"Sem fronteiras para a energia"
 Agenda

AGENDA ENERGÉTICA

Desafios e oportunidades na América
Latina e no Caribe
 

 

Strategy

SÍNTESE INFORMATIVA

Informações do setor energético
no Brasil e na América Latina
 Strategy

NOTÍCIAS

Acompanhe as últimas notícias 
do setor energético
 

 

Ideas

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Leia as edições anteriores